The Academic Society (TAS)

The Academic Society Journal (TASJ)

©2019 por The Academic Society (TAJ)

The Academic Society Journal no Brasil e sua primeira edição online

Leão tf & evandro d

EDITORIAL

Em julho de 2012, foi criada a The Academic Society, TAS, uma inciativa acadêmica que visava à promoção e divulgação das produções científicas e acadêmicas no mundo. Uma sociedade livre e sem fins lucrativos, que além de congregar as iniciativas científicas e acadêmicas também conta com uma iniciativa editorial, o The Academic Society Journal, TASJ, uma publicação gratuita para autores e de livre acesso para a sociedade. O idioma inglês, escolhido como o oficial, foi uma decisão estratégica para alcançar o maior número de países membro da TAS. Sua estrutura possui um secretário geral e um secretário para cada país membro. Inicialmente foram dois países: Brasil e Chile. O símbolo da TAS, muito ligado à cidade de São Paulo e ao Brasil, representa o riacho do Ipiranga, um sinal de independência da sociedade na divulgação das pesquisas acadêmicas e no congressamento dos pesquisadores. No primeiro encontro da sociedade, realizado em São Paulo, os secretários definiram as diretrizes da sociedade, bem como, os prêmios que seriam outorgados naquele ano, sete no total. “The present act solemnly announces and establishes the foundation of “The Academic Society” for the promotion of Science as independent policy research entity that conducts multidisciplinary studies of complex and emerging problems.”, foram as palavras do texto de fundação. Em 2013, falece o secretário-Chile, Pedro Ivo Teixeira de Carvalho Antunes, um grande amigo. Além da grande perda pessoal, houve uma desarticulação internacional, uma das bases da TAS. Após 4 anos de inatividade, mas com um desejo latente de dar forma aos objetivos da TAS, o número 1 do TASJ inaugura uma nova fase da sociedade. Mantendo o espírito de internacionalização, mas adequando à nova fase, opta por oficializar o português como língua principal de suas publicações. Mantendo a tradição iniciada em 2012, cria o Prêmio “Pedro Ivo Teixeira de Carvalho Antunes” para a mais relevante contribuição ao desenvolvimento das pesquisas. O prêmio foi entregue durante o 5° Simpósio de Coração Artificial, realizado em março de 2017, no Instituto Federal de São Paulo, ao Evandro Drigo da Silva por sua valorosa contribuição no desenvolvimento de vários projetos na área de assistência circulatória.

 

O ousado objetivo da fundação da TAS é nossa motivação, que nos une, em esforço contínuo para a divulgação científica e acadêmica.

 

Estamos muito felizes e honrados em convidar: Juntem-se a nós!