The Academic Society (TAS)

The Academic Society Journal (TASJ)

©2019 por The Academic Society (TAJ)

Projeto de uma Prótese Neuroprotetiva em Policaprolactona e estudo das suas propriedades mecânicas para aplicação nos Nervos Fibular e Tibial

Palma RT, Arruda GC e Bock EGP

RESUMO

A recuperação de lesões em nervos periféricos costuma ser dolorosa e demorada, além disso, pode ser comprometida por movimentos do paciente na região do nervo lesionado. A recuperação pode ser prejudicada, ou até mesmo, pode ocorrer a piora no estado de saúde em geral. Com a finalidade de estabilizar a movimentação dos nervos periféricos na região afetada e auxiliar na reconstrução nervosa, uma Prótese Neuroprotetiva de Policaprolactona (PCL) foi projetada em formato tubular com 80% de porosidade para que envolva o nervo afetado e realize sua ancoragem e proteção. Para isso, foram construídos modelos computacionais tridimensionais para uma análise numérica estática simulando a flexão e a tração com as propriedades mecânicas do material. Os resultados foram considerados satisfatórios para os esforços de flexão, os mais críticos para o funcionamento da prótese, porém os resultados não foram adequados para a tração. Assim, foi possível simular o comportamento mecânico da Prótese Neuroprotetiva e sugerir uma atenção especial no seu posicionamento durante a cirurgia para promover alívio da tração no nervo.

Palavras-chaves: Prótese Neuroprotetiva, Engenharia de Tecidos, lesões em nervos periféricos, Policaprolactona.