TÍTULO: Modelagem em Redes de Petri do Sistema de Controle Local da Plataforma de Tecnologia Assistiva

TITLE: Petri NetWORK Modeling of the Local Control System of the Assistive Technology Platform

autor/author(s): Tabacow, R.P., Bock, E.G.P. & Nakamoto, F.Y.

RESUMO: Os avanços tecnológicos da medicina moderna e a melhoria na qualidade de vida são parâmetros que vêm impactando no aumento da expectativa de vida da população em geral, acarretando, conseqüentemente, no envelhecimento da sociedade. Com isso, o número de pessoas com dificuldade de locomoção motora necessita cada vez mais de cuidados especiais. Tendo isto em vista, uma plataforma Reconfigurável de Tecnologia Assistiva está sendo desenvolvida para o atendimento das necessidades destes pacientes. Podendo ser utilizada tanto em pacientes de Home Care, como em ambiente hospitalar, a plataforma é constituída de quatro módulos que visam: auxiliar na remoção de um paciente em cadeira de rodas, auxiliar durante fisioterapia, movimentar verticalmente para mudança de posição e executar a aquisição de dados. O presente trabalho tem como objetivo apresentar a modelagem do Sistema de Controle para comandar a Plataforma Reconfigurável de Tecnologia Assistiva com bases em três níveis de controle. O primeiro nível é responsável pelo controle local, que possui uma interface com o usuário da plataforma, o segundo nível de controle é responsável pela integração com os diversos sistemas de controle locais com bases nas normas de segurança, e o terceiro nível é o sistema supervisório de controle. Os três níveis foram modelados com o emprego de uma metodologia Production Flow Schema/Redes de Petri (PFS/RdP). A metodologia PFS/RdP é alicerçada no conceito de projeto top-down com refinamento sucessivo de Sistemas Dinâmicos a Eventos Discretos (SDED) que resulta em um modelo RdP que permite a posterior análise para validação por meio de simulação. A partir do modelo resultante, é possível implementar uma linguagem de programação para Controladores Lógico Programáveis (CLP), de acordo com a norma IEC 61131-3.

ABSTRACT: The technological advances of modern medicine and the improvement in the quality of life are parameters that have been impacting in the increase of the life expectancy of the population in general, consequent, in the aging of the society. With this, the number of people with motor mobility difficulties needs more and more special care. With this in view, a Reconfigurable Assistive Technology platform is being developed to meet the needs of these patients. It can be used both in home care patients and in a hospital environment. The platform is made up of four modules that aim to: assist in the removal of a patient in a wheelchair, assist during physical therapy, move vertically to change position and perform the acquisition of data. The present work aims to present the modeling of the Control System to command the Reconfigurable Platform of Assistive Technology with bases in three levels of control. The first level is responsible for local control, which has a user interface of the platform, the second level of control is responsible for integration with the various local control systems based on safety standards, and the third level is the supervisory system of control. The three levels were modeled with the use of a Production Flow Schema methodology (PFS / RdP). The PFS / MOP methodology is based on the concept of a top-down design with successive refinement of Dynamic Systems to Discrete Events (SDED) that results in a Petri Net model that allows for further analysis for validation through simulation. From the resulting model, it is possible to implement a programming language for Programmable Logic Controllers (CLP) according to IEC 61131-3.

PALAVRAS-CHAVE: Modelagem, Redes de Petri, Plataforma de Tecnologia Assistiva.

KEYWORDS: Modeling, Petri Net, Assistive Technology Platform.

CITAÇÃO / CITATION: Tabacow R. P., Bock E. G. P. & Nakamoto F. Y. Modelagem em Redes de Petri do Sistema de Controle Local da Plataforma de Tecnologia Assistiva. The Academic Society Journal, 2(3) 173-178, 2018. DOI: doi.org/10.32640/tasj.2018.3.173.