The Academic Society (TAS)

The Academic Society Journal (TASJ)

©2019 por The Academic Society (TAJ)

Determinação do teor de cristalinidade por análise de DRX e DSC de compósito de polipropileno com diatomita.

Lazareti C, Tavella AA

RESUMO

O objetivo do trabalho foi de desenvolver um material compósito de polipropileno (PP) com a adição de terra diatomácea, também definida como diatomita, com concentrações de 5% e 15% em massa e medir o teor de cristalinidade do mesmo por meio das técnicas de DRX e DSC. Com estas formulações, buscou-se investigar o compósito no aspecto de propriedades estruturais, físicas, químicas e térmicas em relação ao polímero em sua forma natural. A diatomita em sua forma predominantemente amorfa natural, apresenta composição química majoritariamente SiO2. Quando calcinada, em temperatura superior a 1000ºC, a diatomita se cristaliza formando primeiramente uma fase de quartzo que tem estrutura hexagonal e conforme avança o tempo e temperatura, cristaliza-se em cristobalita que tem estrutura cúbica. A incorporação ao polipropileno se deu por meio de uma extrusora de dupla rosca para uma homogeneização mais concisa. Injetou-se os corpos de prova que foram submetidos a ensaios físicos, químicos e estruturais. Foram realizados os ensaios de difração de raios X (DRX), espectrometria de infravermelho por transformada de Fourier (FT-IR), calorimetria diferencial exploratória (DSC) e tamanho de partículas. Foram evidenciadas as fases mineralógicas no polímero, verificação de dimensões micrométricas das partículas de diatomita bem como a influência na cristalinidade do compósito.

Palavras-chaves: Compósito, Polipropileno, Diatomita, Cristalinidade.