The Academic Society (TAS)

The Academic Society Journal (TASJ)

©2019 por The Academic Society (TAJ)

Estudo e desenvolvimento de uma plataforma para a Agricultura de Precisão utilizando o conceito SMART FARM empregando Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs)

Silva CSM, Hachisuca AMM

RESUMO

Cresce o número de produtores e empresas de alimentos que utilizam sistemas baseados em Agricultura de Precisão (AP), para melhorar sua produtividade, seus produtos e os seus meios de produção. Utilizando componentes como sensores, para aquisição de informações, robôs na automação de tarefas, máquinas inteligentes e Veículos aéreos Não Tripulados (VANTs), também conhecidos como drones, para aquisição de imagens da lavoura. Surge a necessidade de armazenar, processar e gerenciar dados produzidos em uma fazenda, possibilitando a criação de uma plataforma computacional para gerenciamento destas informações, introduzindo ao conceito de uma fazenda digital (Smart Farm). Empresas e agricultores começam a considerar o uso de robôs para a automação de tarefas agrícolas. O uso de VANTs com avançados sensores e captura de imagens, relativamente baratos, estão criando novas formas de aumentar os lucros e reduzir os danos à produção. Drones estão ganhando espaço no mercado civil, empresas como Intel, Qualcomm, Microsoft, Apple já investiram em 2017, mais de US$500 milhões nesta área. Nos últimos anos, está crescendo a procura pela utilização de drones no sensoriamento remoto. O mapeamento aéreo de propriedades agrícolas tem como resultado, um meio de estimar a produção atual, monitorando o progresso ao longo do tempo. Nesse contexto, surge o projeto Smart Farm, com o objetivo de gerenciar e processar informações oriundas de sensores, ou imagens de um drone. Um módulo nesta plataforma consiste na criação de missões para captura de imagens da lavoura, ou em pontos específicos da propriedade. Assim, foi desenvolvido um aplicativo Android, capaz de controlar drones da empresa Dà-Jiāng Innovations (DJI), com base em seu SDK mobile. Utilizando o GPS, Google Maps e o SDK é possível criar uma missão pré-programada, no qual o drone seguirá pontos capturando imagens em diferentes ângulos e direções para pós processamento destas imagens na plataforma.

Palavras-chaves: Veículos Aéreos Não Tripulados, Sensoriamento remoto, Smart Farms.