TÍTULO: Estudo Sobre Tecnologias Construtivas Para Edificações de Interesse Social - Paredes Tipo Cobogó Feitas de Tubos de PVC e Brises de Madeira

TITLE: Study on Building Technologies for Social Interest Buildings - Cobogó Walls Made of PVC Pipes and Wooden Brises

autor/author(s): Pimentel, J.O.C.

RESUMO: Atualmente há uma grande preocupação com o meio ambiente, devido ao acelerado crescimento da exploração dos recursos naturais. Esse processo além de gerar impactos negativos ao meio em que vivemos gera uma porção considerável de resíduos. Devido a essa preocupação, o uso sustentável dos recursos naturais está cada vez mais sendo ponderado. No caso da arquitetura, pensar em projeto que assegure o melhor aproveitamento dos elementos naturais nas edificações garante uma boa qualidade no espaço projetado, dando ênfase ao conforto térmico e ao conforto lumínico, através do aproveitamento da ventilação e da iluminação natural, como uma complementação ao uso da iluminação artificial. Ressalta-se a importância da devida proteção da insolação direta, visando contribuir com a eficiência energética da edificação, assim se permite reduzir o uso excessivo de aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, em climas como o de Foz do Iguaçu, onde se faz muito calor em boa parte do ano. Deste modo, nota-se que é possível aliar uma melhoria tanto estética quanto funcional aos projetos arquitetônicos. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa é desenvolver uma metodologia que colabore para a elaboração e construção de elementos que permitam diminuir a insolação, obtendo maior aproveitamento da incidência solar e da ventilação natural, tendo como base a análise do cobogó e do brise, sendo estes pensados para aplicação em paredes a partir da agrupação de módulos que formem parte de uma adequada coordenação modular. Logo, o desenvolvimento deste estudo analisa as propriedades do PVC aplicando diversos testes no material, considerando a durabilidade, resistência a intempéries e plasticidade, visando também o reaproveitamento do material.

ABSTRACT: Currently there is a great concern with the environment, due to the accelerated growth of the exploitation of natural resources. This process, besides generating negative impacts on the environment in which we live, generates a considerable amount of residues. Due to this concern, the sustainable use of natural resources is increasingly being considered. In the case of architecture, thinking about a project that ensures the best use of natural elements in buildings ensures good quality in the designed space, emphasizing thermal comfort and lighting comfort, through the use of ventilation and natural lighting, as a complement to the use of artificial lighting. The importance of proper protection from direct sunlight is emphasized, in order to contribute to the energy efficiency of the building, thus reducing the excessive use of air conditioning, for example, in climates such as Foz do Iguaçu, where it is very hot most of the year. Thus, it is possible to combine both aesthetic and functional improvements to architectural projects. In this context, the objective of this research is to develop a methodology that contributes to the elaboration and construction of elements that allow for the reduction of solar insolation, obtaining a better use of solar incidence and natural ventilation, based on the analysis of the cobogó and the brise, which are designed for application on walls from the grouping of modules that form part of an adequate modular coordination. Therefore, the development of this study analyzes the properties of PVC by applying several tests on the material, considering its durability, resistance to weathering and plasticity, also aiming at the reuse of the material.

PALAVRAS-CHAVE: PVC, Reaproveitamento, Cobogó, Brise, Coordenação Modular.

KEYWORDS: PVC, Reuse, Cobogó, Brise, Modular Coordination.

CITAÇÃO / CITATION: Pimentel J. O. C. Estudo Sobre Tecnologias Construtivas Para Edificações de Interesse Social: Paredes Tipo Cobogó Feitas de Tubos de PVC e Brises de Madeira. The Academic Society Journal, 3(2) 201-212, 2019. DOI: doi.org/10.32640/tasj.2019.2.201.